Rússia avança e domina Kherson

Rússia avança e domina Kherson
PUB
Leaderboard - Pub CTT Western Union

Esta noite assinalou-se uma semana desde o início da invasão russa na Ucrânia.

Algumas das cidades mais estratégicas, como Kiev, Kharkiv ou Mariupol, estão cercadas ou a ser alvo de bombardeamentos das tropas russas.

Em Kiev voltaram a tocar as sirenes e foram ouvidas várias explosões. Às redes sociais chegaram alguns vídeos dos clarões provocados pelas explosões que iluminam a noite na cidade quase deserta.

 


Num relatório, os Serviços Secretos Britânicos revelam que a coluna militar de 64 quilómetros fez poucos progressos nos últimos três dias e permanece a mais de 30 quilómetros de Kiev. O avanço russo tem sido adiado pela firme resistência ucraniana e avarias mecânicas.

Enquanto Kiev vai resistindo à entrada das tropas russas, Kherson já está sob controlo do exército de Moscovo. A confirmação foi dada pelas autoridades ucranianas. Este é o maior centro urbano a ser capturado pelos russos desde que começou a guerra.

O chefe da administração regional da cidade pediu aos moradores, através da plataforma Telegram, que fiquem em casa.

“Os ocupantes estão em todas as partes da cidade e são muito perigosos”, afirmou Gennadi Lakhouta.

Em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia sob ataque cerrado deste o início da semana, a luta prossegue. Nas últimas horas, os ataques aéreos russos atingiram vários edifícios da cidade.