Rússia expulsa cinco diplomatas portugueses

Rússia expulsa cinco diplomatas portugueses

Governo português já repudiou a decisão.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia vai expulsar cinco diplomatas portugueses.

Os funcionários têm 14 dias para abandonar a Rússia.

O Governo português “repudia a decisão” das autoridades russas, que “não tem qualquer justificação que não seja a simples retaliação”.

“Ao contrário dos funcionários russos expulsos de Portugal, estes funcionários nacionais levavam a cabo atividades estritamente diplomáticas, em absoluta conformidade com a Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas”, avança o MNE.

No passado dia 5 de abril, o Ministério dos Negócios Estrangeiros português declarou dez funcionários russos como persona non grata e informou o embaixador russo em Portugal que estes funcionários tinham duas semanas para abandonar o território nacional.