Taxista salvo por médico que levava na viatura

Baixa médica
PUB

Homem sofreu ataque cardíaco e veículo despistou-se.

Um médico de um hospital de Sevilha salvou a vida ao taxista que sofreu um ataque cardíaco enquanto o transportava para o seu local de trabalho, depois do veículo se ter despistado e embatido contra outras duas viaturas.

O alerta foi dado às 11:20 (10:20 em Lisboa) desta terça-feira, para um acidente rodoviário com várias viaturas a poucos metros do Hospital Virgen del Rocío, em Sevilha, no sul de Espanha.

O acidente tinha sido causado após o desmaio de um taxista de 53 anos, que transportava um cliente para o hospital, que se revelou ser um médico.

Rapidamente o clínico identificou que o seu condutor estava a sofrer uma paragem cardiorrespiratória e, com a ajuda de um dos condutores afetados no acidente, retirou o taxista para a estrada e começou a realizar manobras de reanimação (RCP), enquanto alertava os serviços de emergência.

Uma força policial chegou imediatamente ao local, auxiliou o médico e procurou um desfibrilador naquela área.

A rápida intervenção deste médico permitiu recuperar os sinais vitais do taxista, noticiou a agência Efe.

Quando os polícias chegaram com o desfibrilador, o paciente recuperou momentaneamente a consciência, mas voltou a entrar em paragem cardíaca duas vezes.

Com a chegada da equipa de emergência, e já com os sinais vitais recuperados, o taxista foi estabilizado e transferido para o hospital.