fbpx
Select Page
Mundo

Tensão entre Índia e Paquistão

Esta quinta-feira, o Irão mostrou-se disponível para mediar o conflito entre a Índia e o Paquistão.

28 Fevereiro, 2019 - 18:41

Lourenço Lima
REUTERS/Fayaz Aziz

Continua a tensão entre as duas potências nucleares da Ásia, devido ao atentado suicida de 14 de fevereiro que atingiu as forças paramilitares indianas em Caxemira e que resultou na morte de 40 soldados.

Em jeito de alívio do conflito, o Paquistão, através do ministro dos negócios estrangeiros, informou que a Índia entregou os arquivos sobre o atentado que ocorreu na Caxemira indiana.

A mesma fonte paquistanesa garantiu que o Paquistão se mostrou disponível para libertar o piloto da força aérea indiana, capturado esta quarta-feira, o que parece querer atenuar a tensão entre as duas nações.

De recordar que ontem o exército paquistanês afirmou que derrubou, no espaço aéreo do Paquistão, dois aviões indianos, um caiu na Caxemira indiana e outro na Caxemira paquistanesa. Por outro lado, Nova Deli conta uma história diferente afirmando que perdeu um dos aviões que possuía no combate aéreo com exército paquistanês tendo derrubado o do adversário.

Ora, e por se falar em espaço aéreo, o Paquistão encerrou-o esta quarta-feira deixando milhares de turistas retidos no aeroporto de Banquecoque. Cerca de 30 voos, a maioria com destino ou origem na Europa ficaram em terra. Entretanto o tráfego aéreo já foi normalizado, algo que continua sem acontecer com os voos para o Paquistão que permaneceram cancelados.

Esta quinta-feira, o Irão também decidiu entrar em cena ao mostrar-se disponível para mediar o conflito entre Índia e Paquistão. O governo iraniano, através do chefe da sua diplomacia, garantiu que está preparado para “contribuir para a solução pacífica das diferenças” entre os dois países.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa