fbpx
Select Page
Mundo

Tentou matar professora do filho porque ele falava muito nela

Mãe sentiu ciúmes da docente.

11 Setembro, 2019 - 16:10

Daniela Carrilho

Tudo começou quando a professora começou a acompanhar a criança nas aulas de educação especial em Manchester, no Reino Unido. A criança, de cinco anos, falava recorrentemente da docente e tudo piorou quando ela alertou as assistentes sociais para o facto da mãe do menino exigir muito dele.

A partir daí, Nushee Imran, de 40 anos, não controlou os ciúmes e começou a aparecer à porta de casa da professor, fez inúmeras chamas, enviou mensagens e e-mails a ameaçá-la, achando que ela queria destruir a sua família.

A polícia foi alertada depois de Nushee ter confessado numa ida ao médico que queria matar a professora do filho.

A progenitora alegou que ela lhe estava a provocar sofrimento e conspirava um plano para lhe tirar o menino.

Em tribunal, confessou a sua perseguição e intenção de matar a professora do filho por estar farta de o ouvir a falar tanto nela.

Nushee foi condenada a seis anos de pena suspensa e está proibida de contactar a vítima durante os próximos cinco anos.

PUB

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa