Tik Tok cresce como fonte de informação para os ingleses

Tik Tok cresce como fonte de informação para os ingleses
REUTERS/Dado Ruvic

De acordo com um estudo, a rede social conhecida pelas “danças” está a crescer no Reino Unido como fonte de informação. Algo que poderá ser preocupante. 

O Tik Tok está a crescer cada vez mais. Conhecido como o aplicativo das “danças” ou “trends”, é agora, cada vez mais, utilizado como fonte de notícias pelos ingleses, de acordo com um estudo

O aplicativo é usado por cerca de 7% dos adultos no Reino Unido sendo que em 2020 apenas 1% dessa população escolhia esta aplicação como fonte de informação. 

No entanto, a rede social é apenas o sexto aplicativo utilizado entre a população com idades entre os 16 e 24 anos (27%).

Como principais fontes de informação dos ingleses estão: o aplicativo da BBC (29%), Twitter (35%), o canal de televisão BBC One (36%), o Facebook (40%) e o Instagram (46%).

No que toca aos jovens entre os 12 e 15 anos, a inclinação pelas redes sociais é muito maior. As três principais fontes de informação online escolhidas como fonte de informação são o Instagram, o Youtube e Tik Tok. 

“É cada vez mais improvável que os adolescentes de hoje peguem num jornal ou se informem com as notícias da televisão, preferindo manter-se atualizados através dos seus feeds sociais”, disse Yih-Choung Teh, diretor do grupo Ofcom, ao portal norte-americano The Verge

No entanto, esta narrativa pode ser preocupante. O Tik Tok tem a reputação de ser uma fonte de desinformação e notícias falsas, tendo sido considerado a principal rede social a espalhar desinformação e fake news sobre o conflito entre a Rússia e a Ucrânia.