“Vamos continuar a apoiar a Ucrânia”

“Vamos continuar a apoiar a Ucrânia”
PUB

Secretário-geral da NATO afirma que na Europa estão 100 mil tropas norte-americanas.

Os líderes da NATO estiveram reunidos em Bruxelas e, segundo o secretário-geral, concordaram em prestar mais apoio à Ucrânia. 

“Continuaremos a impor sanções sem precedentes à Rússia e reforçaremos a dissuasão aliada”, afirmou Stoltenberg.

Para além do apoio a nível da defesa, Stoltenberg avançou que os líderes concordaram “em fazer mais”.

A Aliança está a equipar a Ucrânia com material militar significativo e a apoiar o país com ajudas financeiras e humanitárias. O secretário-geral da NATO afirmou que na Europa estão 100 mil tropas norte-americanas.

Mas para além destes apoios, os líderes concordaram ainda prestar assistência em matéria de cibersegurança.

 “Nós concordamos em fazer mais, incluindo o apoio em cibersegurança e equipamentos para ajudar a Ucrânia proteger-se contra ameaças biológicas, químicas e nucleares. (…) Estamos determinados em fazer tudo o que pudermos para apoiar a Ucrânia.”