Abusava de filha com défice cognitivo

Ucraniana violada por refugiados na Alemanha

Homem chegou a dizer que se suicidava se a menor contasse a alguém.

Um homem foi detido pela Polícia Judiciária de Setúbal, por abusar sexualmente durante um ano da filha, que sofre de défice cognitivo, na Trafaria, em Almada.

Nos momentos a sós em casa com a menor de 16 anos, aproveitava-se de esta sofrer de défice cognitivo para a forçar.

O homem chegou mesmo a dizer à filha que se suicidava se ela contasse a alguém o sucedido.

Presente a tribunal, ficou em prisão preventiva. Está indiciado pela prática de pelo menos seis crimes de abuso sexual de menores dependentes agravado e de um crime de coação sexual agravado.