Advogado diz que detenções não foram surpresa

Suspeito dos homicídios na ilha do Pico confessa crime

Foram detidas nove pessoas pela PJ no âmbito da Operação “Fim de Festa”.

A Polícia Judiciária deteve nove pessoas por suspeitas de envolvimento na morte de um adepto nos festejos do título do Porto.

Carlos Duarte, advogado de três arguidos, afirmou que as detenções não foram surpresa e que são “fruto da pressão mediática”.

“Na nossa opinião confundiu-se o trigo com o joio. Trouxeram arguidos que não têm rigorosamente nada a ver com os factos em causa”, considerou.

Os detidos no âmbito da Operação “Fim de Festa” estão nas instalações da Polícia Judiciária, no Porto, onde vão passar a noite.

Vão ser amanhã presentes ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto para primeiro interrogatório judicial.