fbpx
Select Page
Portugal

António Costa desvaloriza presença na Comissão de Honra de Vieira

Continua a polémica em torno do apoio do primeiro-ministro à recandidatura de Luís Filipe Vieira ao Benfica.

14 Setembro, 2020 - 14:56

Helena Rita Besugo

António Costa voltou a ser questionado pelos jornalistas sobre a polémica me torno da presença na comissão de honra da recandidatura de Luís Filipe Vieira.

À saída de uma visita à Escola Secundária de Benavente, o primeiro-ministro voltou a defender que o apoio ao presidente encarnado não interfere com a vida política.

Já Luís Filipe Vieira, na partida da equipa encarnada para a Grécia onde vai defrontar o PAOK, falou em campanha ofensiva contra à recandidatura à sua presidência das águias.

“Estão a ultrapassar todos os limites. Nunca vi, e já aqui estou há muitos anos, uma campanha tão ofensiva e caluniosa. É algo a que tenho assistido, mas a verdade vem sempre ao de cima. Falarei quando entender que o devo fazer, até lá o mais importante é os nossos jogadores responderem em campo. Mas nunca vi na minha vida uma campanha tão vergonhosa. Críticas? Sou imune a isso”, disse o presidente das águias.

Por sua vez, o Presidente da República recusou comentar o apoio dado por Costa à candidatura de Vieira, alegando que ainda não falou com o primeiro-ministro.

As reações dos opositores políticos não se fizeram esperar. Rui Rio foi o primeiro a criticar a presença de António Costa na comissão de honra de Luís Filipe Vieira. O líder do PSD disse que não deve existir uma mistura entre a política e futebol profissional.

Catarina Martins também se pronunciou sobre o tema. A coordenadora do bloco de esquerda admitiu que as paixões de futebol são humanas e aceitáveis”, mas ressalvou que “ao primeiro-ministro aquilo que se pede é o dever de reserva”.

Já o PAN, através de um comunicado, diz que todas estas situações de ligações próximas da política ao futebol não são admissíveis do ponto de vista ético e espera que António Costa recue na decisão de pertencer à comissão de honra.

A polémica estalou quando o Jornal Expresso revelou que o primeiro-ministro e Fernando Medina fazem parte de uma lista com mais de 500 nomes na comissão de honra da recandidatura do presidente do Benfica.

Esta não é a primeira vez que António Costa demonstra o apoio. Já o fez enquanto presidente da Câmara de Lisboa e primeiro-ministro, mas agora Luís Filipe Vieira é arguido da ‘Operação Lex’ e está envolvidos noutros processos.

ViajeCaDentro

Passatempo Record TV leva-o ao Oceanário – redes sociais

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa