Apoio de 60 euros a famílias vai ser pago esta sexta-feira

Governo
PUB
Leaderboard - Pub CTT Western Union

Este apoio pretende atenuar os efeitos do aumentos dos preços dos bens alimentares de primeira necessidade.

As famílias mais vulneráveis que beneficiaram da tarifa social da energia, em março, vão receber automaticamente o apoio de 60 euros esta sexta-feira. A medida criada pelo Governo pretende atenuar os efeitos do aumentos dos preços dos bens alimentares de primeira necessidade.

Este apoio extraordinário será pago apenas uma vez pela Segurança Social e resulta de uma decisão do Executivo tomada a 25 de março, devido às consequências da invasão militar da Rússia à Ucrânia.

“A atribuição do apoio é automática, sendo o pagamento efetuado preferencialmente para a conta bancária para maior celeridade”, pode ler-se na nota da Segurança Social.

Em março deste ano havia 762.320 agregados familiares beneficiários da tarifa social de eletricidade.

Entretanto o apoio foi estendido aos beneficiários de prestações sociais mínimas que não estão abrangidos pela tarifa social de energias. Nestes casos, será pago em maio e cerca de 68 mil beneficiários serão abrangidos.

O apoio foi entretanto alargado aos beneficiários de prestações sociais mínimas que não estão abrangidos pela tarifa social de energia e, neste caso, será pago em maio a cerca de 68 mil beneficiários, segundo o Governo.

No total, o apoio irá chegar assim a cerca de 830 mil beneficiários.

Segundo a proposta de Orçamento do Estado para 2022, a medida tem um custo associado de 55 milhões de euros.

De recordar que esta quarta-feira, a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, afastou uma subida no apoio extraordinário de 60 euros.