fbpx
Select Page
Portugal

Apreendidas obras à guarda da mulher de Rendeiro por suspeitas de falsificação

Mulher do ex-banqueiro tentou impedir a retirada de quadros suspeitos de serem falsificados da sua habitação, em Cascais.

13 Outubro, 2021 - 14:45

Anabela Benedito

Há fortes suspeitas que algumas peças da coleção de arte de João Rendeiro possam ser falsas. A convicção é da diretora da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária depois de ter detetado que várias obras, apreendidas há 10 anos, aparentavam ser cópias das originais.

De acordo com o jornal Público que cita uma fonte judicial, quando a mulher de Rendeiro, que era a fiel depositária da coleção foi confrontada com esta suspeita opôs-se que as respetivas peças fossem retiradas de casa para serem alvo de perícias.

Perante a recusa de Maria de Jesus, a juíza da Comarca de Lisboa e responsável pelo processo em que o ex banqueiro foi condenado a 10 anos de prisão, emitiu um despacho a ordenar não só a remoção dos quadros suspeitos, como de toda a coleção, que, na verdade está sob alçada do Estado.

ma vez que existem suspeitas de falsificação das obras, a sua análise só poderá ser feita fora da residência de João Rendeiro. A ser verdade, refere a juíza, a existência de adulteração e/ou substituição dos objetos poderá estar em causa, entre outros, a prática de crimes de descaminho ou destruição de objetos colocados sob o poder público. A busca domiciliária para a retirada do património estará para breve.

De recordar que esta segunda-feira, equipas da Polícia Judiciária estiveram na casa de João Rendeiro para aferir se a coleção de arte, composta por 124 quadros e esculturas e que tinham sido apreendidas para garantir o pagamento de indemnizações aos lesados do BPP estava intacta.

PUB
A Fazenda 13 - Tudo a Ver

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

  • Share Magazine 52 - Letícia Almeida
Record TV Europa
Share This