Bruxelas prevê 5,9% de taxa de desemprego em Portugal

Desemprego registado cai 3,3% de janeiro para fevereiro

Portugal é um dos cinco Estados-membros que viram a taxa de desemprego aumentar.

A Comissão Europeia prevê que a taxa de desemprego em Portugal atinja, este ano, os 5,9%, uma estimativa menos otimista do que a de 5,6% do Governo, segundo as previsões macroeconómicas de outono, divulgadas esta sexta-feira.

De acordo com as previsões económicas do outono, Portugal é um dos cinco Estados-membros que viram a taxa de desemprego aumentar no segundo trimestre de 2022, face ao anterior, estimando para este ano uma taxa de 5,9%, que se mantém estável em 2023 e deverá baixar para 5,7% em 2024.

A estimativa da Comissão Europeu para a taxa de desemprego é menos otimista do que a apresentada pelo executivo na proposta de Orçamento do Estado para 2023, que estima uma taxa de 5,6%.

Face às previsões macroeconómicas de verão, divulgadas em julho, o desemprego foi revisto em alta de 0,2 pontos percentuais.

A Comissão Europeia divulgou, em Bruxelas, as suas previsões macroeconómicas de outono, para a zona euro, a União Europeia e os 27 Estados-membros.