fbpx
Select Page
Portugal

Cirurgias de transplante diminuíram com a pandemia

Situação poderá agravar-se nos próximos meses devido à progressão da pandemia.

21 Novembro, 2020 - 09:41

Record TV
Arquivo

O número de transplantes realizados nos hospitais portugueses caiu a pique durante os primeiros meses da pandemia de covid-19, uma diminuição justificada pela ocupação das unidades de cuidados intensivos.

“O que nos preocupa é realmente a queda brutal que houve. Por exemplo, nos primeiros três meses de confinamento qualquer coisa como 55% nos transplantes de dador cadáver e quase 80% de dador vivo. Isto é muito significativo”, explica Aníbal Ferreira, presidente da Sociedade Portuguesa de Nefrologia (SPN).

Em algumas unidades hospitalares do país, a situação tende a agravar-se com a evolução da pandemia.

“Neste momento, com o evoluir da pandemia, é óbvio que os números ainda vão ser piores provavelmente neste trimestre até dezembro”, continuou o presidente da SPN.

Contudo, nem todos os hospitais estão na mesma situação. De acordo com Aníbal Ferreira, no Hospital Curry Cabral foram efetuados mais transplantes do que no ano passado, uma vez que foi possível realizar uma série de cirurgias em atraso durante o verão.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa