Dois camiões partiram de Lisboa para Lviv

Dois camiões partiram de Lisboa para Lviv
PUB
Leaderboard - Pub CTT Western Union

Camiões vão entregar 30 toneladas de donativos.

Duas gerações de ucranianos residentes em Lisboa arrancaram hoje, pelas 11:00, com dois camiões até Lviv, na Ucrânia, para entregar 30 toneladas de donativos recolhidos nas 24 juntas da capital.

Anatoli e Anton Tsylepa, pai e filho, esperam chegar a Lviv dentro de três dias e meio para descarregar as 14 mil caixas com produtos alimentares e de higiene, medicamentos, vestuário, material hospitalar e de primeiros socorros.

No atrelado vão também alimentação infantil, brinquedos, berços, camas, cadeiras e produtos de higiene para bebés.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, ao lado da embaixadora da Ucrânia em Portugal, Inna Ohnivets, colocou simbolicamente a última caixa num camião.

Carlos Moedas (PSD) realçou a solidariedade dos lisboetas e sublinhou que Lisboa é uma cidade aberta ao acolhimento de refugiados.

Pelo centro de acolhimento temporário de refugiados de Lisboa já passaram mais de 400 pessoas deslocadas da guerra e hoje são esperadas mais, segundo o autarca.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 780 mortos e 1.252 feridos, incluindo algumas dezenas de crianças, e provocou a fuga de cerca de 5,2 milhões de pessoas, entre as quais mais de 3,1 milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados das Nações Unidas.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.