Encontrado morto após abandonar urgências

IPO de Lisboa com falta de enfermeiros
Envato

Encontrava-se em avançado estado de decomposição, num descampado perto da Unidade Hospitalar de Portimão.

Um homem foi encontrado morto, num descampado perto da Unidade Hospitalar de Portimão, após ter abandonado as urgências.

De acordo com a Entidade Reguladora da Saúde (ERS), quando deu entrada nas urgências, o homem encontrava-se “desorientado, descompensado, com comportamentos anormais e possíveis alucinações”. 

Terá abandonado o hospital porque “não quis colaborar com as enfermeiras e […] tentou fugir várias vezes e como não o podiam reter contra a sua vontade, deixaram-no ir”. 

Foi encontrado “sem vida, em avançado estado de decomposição, num descampado perto da Unidade Hospitalar de Portimão”. 

A ERS concluiu que “a atuação do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve não foi suficientemente garantística dos direitos e interesses legítimos dos utentes, em especial o direito de acesso à prestação de cuidados de saúde com segurança”.