GNR fez 3.249 transportes de órgãos desde 2008  

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou desde 2008 mais de três mil transportes de órgãos entre vários centros hospitalares e só este ano já fez 149, informou aquela força militar.

Em comunicado, para assinalar hoje o Dia Nacional da Doação de Órgãos e da Transplantação, a GNR precisa que desde 2008, já realizou 3.249 transportes, empenhando cerca de 6.523 militares e percorridos mais de 645 mil quilómetros.

Este ano, a GNR já fez 149 transportes de órgãos, empenhando 298 militares e percorrido cerca de 34.428 quilómetros.

“De referir ainda que, em 2021, foram transportados 278 órgãos, que contaram com a participação de 559 militares, tendo sido percorridos 69.964 quilómetros”, indica ainda a guarda.

A GNR lembra que desde 1994 desempenha, através da sua valência de trânsito, a missão de transporte de órgãos entre vários centros hospitalares.

“Após o contacto da Unidade de Saúde que detém o órgão a ser transportado, a GNR mobiliza de imediato uma patrulha de trânsito que fará o transporte do órgão, nas condições térmicas exigidas, até ao bloco operatório da unidade hospitalar requisitante, no mais curto espaço de tempo”, é referido na nota.

A guarda destaca ainda que Lisboa, Setúbal, Coimbra e Viseu são os distritos com mais transportes requisitados.