Grávida morre em transferência hospitalar

Grávida em férias impedida de praticar aborto devido a leis do país

Mulher sofreu paragem cardiorrespiratória após transporte por falta de no Santa Maria.

Uma mulher grávida morreu na passada terça-feira, após sofrer uma paragem cardiorrespiratória, enquanto era transferida do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte-Hospital de Santa Maria (CHULN) para o Hospital São Francisco Xavier, por ausência de vagas no serviço de neonatologia.

“Após normalização das tensões arteriais e franca melhoria respiratória, foi transferida cerca das 13:00 do mesmo dia para o Hospital São Francisco Xavier, por ausência circunstancial de vagas de neonatologia no CHULN, acompanhada por um médico e enfermeiros”, segundo um comunicado enviado às redações.

De nacionalidade indiana e recém-chegada a Portugal, a mulher havia dado entrada no CHULN pelas 02:00, “com cerca de 30 semanas de gravidez” e “sem dados de vigilância”.

De acordo com o CHULN, a mulher recorreu à urgência por “dificuldade respiratória e tensões arteriais altas”.

Durante a viagem, ocorreu uma paragem cardiorrespiratória, tendo sido realizados trabalhos de reanimação no transporte.

Já no Hospital São Francisco Xavier foi “submetida a uma cesariana urgente, tendo o recém-nascido, de 722 gramas, ido para a unidade de cuidados intensivos neonatais por prematuridade”.

“A mãe ficou internada nos cuidados intensivos, vindo a falecer”, indicou o CHULN, enviando “as mais sentidas condolências à família”.

O CHULN destacou ainda que “a gestão em rede das vagas de neonatologia é pratica corrente há vários anos, sendo o transporte intrauterino de grávidas estabilizadas a prática recomendada por todas as instituições internacionais”.

“A equipa de urgência de obstetrícia e ginecologia do CHULN encontrava-se completa”, lembrou.

Num outro comunicado, o CHULN adiantou que irá ocorrer, pelas 09:30 de hoje, uma conferência de imprensa com a presença dos diretores de serviço de obstetrícia e de neonatologia, nas instalações daquela unidade hospitalar.