fbpx
Select Page
Portugal

Hospital condenado por parto negligente

Criança morreu aos nove anos, após uma vida de “incalculável sofrimento”.

12 Fevereiro, 2019 - 11:51

Virginia Galván

O caso remonta a 1998, quando a menina nasceu no hospital de Famalicão, com recurso a fórceps, sofrendo “asfixia perinatal grave com todas as lesões que lhe determinaram a incapacidade permanente absoluta de que padeceu durante toda a vida”.

A menina morreu em 2007, aos nove anos, após uma vida de “incalculável sofrimento”, segundo o Supremo Tribunal Administrativo. A criança ficou em estado vegetativo e era alimentada por sonda.

O tribunal condenou o Centro Hospitalar do Médio Ave a pagar aos pais uma indemnização de 295 mil euros, acrescendo ainda a este valor juros e despesas com medicação, consultas e gastos inerentes à condição da criança.

O hospital já tinha sido condenado em março do ano passado, mas recorreu da sentença.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa