Incêndios: Mais de 200 bombeiros combatem fogo em Palmela

Mais de mil operacionais combatem incêndios em curso
REUTERS/Rodrigo Antunes

Mais de 200 bombeiros combatem um incêndio que deflagrou hoje pouco depois do meio-dia na encosta do Castelo de Palmela, no distrito de Setúbal, segundo informação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

De acordo com a página de Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, às 14:20 estavam no terreno 207 bombeiros, apoiados por 43 veículos e um meio aéreo a combater o fogo que lavra em zonas de mato da encosta sul do Castelo de Palmela, de muito difícil acesso para os bombeiros.

A agência Lusa contactou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, que não se mostrou disponível para dar mais informações.

Portugal continental está em situação de contingência até às 23:59 de sexta-feira devido às previsões meteorológicas, que apontam para o agravamento do risco de incêndio, com temperaturas que podem ultrapassar os 45º em algumas partes do país.

A situação de contingência corresponde ao segundo nível de resposta previsto na lei da Proteção Civil e é declarada quando, face à ocorrência ou iminência de acidente grave ou catástrofe, é reconhecida a necessidade de adotar medidas preventivas e ou especiais de reação não mobilizáveis no âmbito municipal.

A maioria dos distritos de Portugal continental estão sob aviso vermelho, o mais grave, devido ao tempo quente, com mais de uma centena de concelhos em perigo máximo de incêndio rural, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.