Incêndios: PJ detém suspeito de atear pelo menos 5 fogos em Santa Marta de Penaguião

Incêndios: Nove meios aéreos combatem as chamas no concelho de Oliveira do Hospital
REUTERS/Rodrigo Antunes

Um homem de 23 anos foi detido pela suspeita de ter ateado pelo menos cinco incêndios em áreas florestais de Santa Marta de Penaguião, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real.

A PJ disse, em comunicado, que o homem está “fortemente indiciado” pela prática do crime de incêndio florestal no concelho de Santa Marta de Penaguião, distrito de Vila Real, sendo suspeito de ter ateado, pelo menos, cinco fogos.

Os incêndios, segundo aquela polícia, ocorreram a 01 de fevereiro e a 15 e 17 de julho e foram “ateados em períodos diurnos e noturnos”.

A PJ referiu que os fogos consumiram área de mancha florestal constituída, maioritariamente, por mato e pinheiro-bravo e colocaram em perigo “uma vasta mancha florestal e agrícola, bem como de várias habitações, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos bombeiros e populares”.

A deteção foi efetuada pelos elementos do Departamento de Investigação Criminal de Vila Real, que contaram com a colaboração da GNR, através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) do Peso da Régua.

O detido vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.