fbpx
Select Page
Portugal

Levantamentos no multibanco e colocações de emprego subiram em maio

O valor dos levantamentos feitos em território nacional em caixas multibanco aumentou 24% e o valor das compras em terminais de pagamento automático aumentou 26% em maio comparativamente a abril, tendo as colocações de emprego crescido e os novos desempregos recuado.

11 Julho, 2020 - 17:17

Vânia Mateus

De acordo com os indicadores de impacto socioeconómico da pandemia de covid-19 que foram esta sexta-feira divulgados pelo instituto Nacional de Estatística, em maio de 2020 o valor dos levantamentos feitos no multibanco por cada habitante foi de 176 euros a nível nacional, o que reflete um aumento de 24% em relação ao mês anterior e uma quebra de 26% face ao período homólogo.

Já no que diz respeito às compras nacionais, em Porutgal, através de terminais de pagamento automático por cada habitante foi de 264 euros no mês de maio, o que significa um acréscimo de 26% face ao mês anterior e uma quebra de 21% em termos homólogos.

Segundo o INE, o aumento registado em maio face a abril no valor de levantamentos nacionais em caixas multibanco verificou-se nas sete regiões NUTS II, destacando-se a Região Autónoma da Madeira com o maior aumento: um crescimento de 30%.

“Tal como nos levantamentos, também no caso das compras a redução verificada em maio face ao período homólogo foi inferior à assinalada em abril em todas as regiões”, refere o INE, destacando a Área Metropolitana de Lisboa (-31%) e o Algarve (- 23%) pelas variações homólogas superiores à referência nacional.

Os dados revelam ainda que, em maio de 2020, em 76% dos municípios portugueses (234 num total de 308) o valor de compras nacionais através de terminais de pagamento automático foi mais baixo queo registado no período homólogo.

Já no que toca ao emprego, o INE reporta, em maio de 2020, em todas regiões NUTS II do Continente, um aumento das colocações de emprego e uma diminuição dos novos desempregados inscritos face a abril.

Em maio, efetuaram-se em Portugal continental 0,7 novas colocações de emprego com candidatos apresentados pelos centros de emprego por mil habitantes em idade ativa (15-64 anos) destacando-se, com valores inferiores à referência do Continente, o Algarve (0,2), a Área Metropolitana de Lisboa (0,3) e o Norte (0,6).

No mesmo período registou-se um aumento deste indicador face ao mês anterior e uma diminuição face ao mesmo período do ano passado nas cinco regiões NUTS II do Continente, destacando-se o Algarve com uma queda de 88% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

No que se refere aos desempregados, os dados do INE demonstram que, em maio de 2020, registaram-se no Continente 7,1 novos desempregados inscritos em centros de emprego por mil habitantes entre os 15 e 64 anos, o que corresponde a uma diminuição de 42% face ao mês anterior e a um aumento de 24% relativamente ao período homólogo.

ViajeCaDentro

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa