Mais de 200 jovens com ligações a grupos criminosos em Lisboa

Mais de 200 jovens com ligações a grupos criminosos em Lisboa
Envato

Há mais de 250 jovens identificados na Grande Lisboa com ligações a grupos criminosos. Os dados foram revelados pelo ministro da Administração Interna.

O relatório anual de segurança interna revelou que a criminalidade grupal cresceu 7,7% no ano passado face a 2020 e a delinquência juvenil subiu 7,3%.

O governo achou por bem criar medidas e daí nasceu uma comissão especializada para o efeito. O primeiro encontro foi presidido pelo ministro da administração interna, José Luís Carneiro.

O ministro ressalvou que a criminalidade tem vindo a diminuir em Portugal ao longo dos últimos 15 anos mas o ministro avançou que mais grave do que se ter registado um aumento da delinquência juvenil, é “sobretudo a intensidade da criminalidade, nomeadamente com recurso a armas de fogo e armas brancas”.

Segundo o ministro, é preciso saber quais os efeitos que a pandemia e o confinamento tiveram nas atitudes e comportamentos dos jovens, designadamente na saúde mental, quais os contextos sociais, nomeadamente de pobreza e exclusões que podem contribuir para justificar “atitudes que vão contra a lei e atentam contra o Estado de direito”.

Ainda assim Portugal ocupa o sexto lugar de país mais seguro.