fbpx
Select Page
Portugal

Mata ex-sogra no dia de disputa parental

Continua em fuga o homem de 39 anos que matou a ex-sogra esta manhã na Cruz de Pau, concelho do Seixal. Suspeito raptou a filha de dois anos.

4 Fevereiro, 2019 - 16:53

Carla Pereira Dias
Record TV

Pedro Henriques e Sandra Cabrita tinham uma audiência marcada para as 10:00 desta segunda-feira no Tribunal de Família e Menores do Seixal.

Segundo o que a Record TV confirmou, em causa estava a regulação da guarda da filha de dois anos. Sandra tinha pedido a alteração da guarda parental e terá sido esse o motivo que levou Pedro de 39 anos a cometer o crime violento.

Sem aceitar que o passado fim de semana pudesse ter sido o último com a filha, Pedro deslocou-se a casa dos ex-sogros, onde também a antiga companheira vivia, para entregar a filha mas nem sequer chegou a tirar a menina do carro.

Subiu ao primeiro andar, discutiu com Helena Cabrita, de 60 anos, ex-sogra e avó da criança, forçou a entrada em casa e depois esfaqueou a mulher até à morte. Foi visto por vários moradores do prédio a abandonar o edifício e a arrancar com o carro onde estava a pequena Lara.

Foram os gritos por socorro e o tom de discussão que levaram os vizinhos a alertar a PSP ainda não eram as 8:30 da manhã.

De acordo com alguns amigos próximos desta família, Sandra e Pedro estavam separados há algum tempo e as ameaças de Pedro eram constantes. “Ela tem uma casa muito boa mas vivia aqui com a mãe já com medo dele. Ele ameaçava-a muito. Estavam separados há dois anos. Era hoje o dia do tribunal do divórcio. E ele fez logo isto. Agora é preciso é que ele não faça mal à menina”, desabafa uma amiga à Record TV.

As autoridades têm montada uma operação de caça ao homem para tentar encontrar este suspeito em fuga com a pequena Lara. Além de homicídio qualificado, o homem incorre também ao crime de rapto.

Record TV
Advertisements

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa