Mulher que matou o marido na Murtosa já tem sentença

Mulher que matou o marido na Murtosa já tem sentença
Envato

Mulher que matou o marido com 16 golpes vai ser condenada a 17 anos de prisão. Crime aconteceu no ano passado na Murtosa.

Uma mulher que matou o marido com 15 golpes de faca e um golpe de machado foi condenada a 17 anos de prisão. O Tribunal de Aveiro decretou hoje a sentença ao crime que aconteceu na Murtosa, em maio de 2021. 

A juíza decretou como comprovada a acusação do Ministério Público (MP), alega ainda que a arguida agiu de forma livre e consciente. A mulher foi condenada por crime de homicídio qualificado e está impedida de aceder à herança que teria direito pelo falecimento do marido.

Quando questionada em julgamento, a mulher de 54 anos disse não se lembrar do ocorrido, utilizando como justificação o facto de ter depressão. A arguida disse só se ter apercebido que o marido estava morto quando o viu sentado no sofá com sangue a escorrer. De seguida tentou atirar-se ao rio, mas voltou atrás quando se lembrou do neto.

O crime ocorreu na madrugada do dia 21 de maio de 2021, por volta da 00h30, no interior da habitação do casal, onde residiam, na Murtosa. Aconteceu depois de uma discussão, por razões que não foram apuradas. 

A arguida esfaqueou 15 vezes o marido no tórax, pescoço, abdómen e braço esquerdo e cravou a lâmina de um machado na cabeça da vitima de 57 anos, que não resistiu aos ferimentos. 

A mulher chegou a ser internada no serviço de psiquiatria do Hospital de Aveiro, mas teve alta hospitalar no dia 1 de julho. Altura em que foi detida pela Polícia Judiciária por suspeita de crime.