Mulher torturada nas Caldas da Rainha

violência

Uma mulher terá sido torturada pelo namorado, em Leiria. O agressor está em prisão preventiva.

Um homem de 28 anos ficou em prisão preventiva por torturar a companheira. Nos últimos meses, a vítima terá vivido em constante clima de terror com constantes agressões e ameaças de morte.Em apenas quatro meses, a mulher de 34 anos foi sujeita a vários tipos de tortura. Violência física, psicologicamente e sexual. Num dos episódios descritos pela Procuradoria da Comarca de Leiria, o namorado com quem vivia maritalmente desferiu bofetadas, pontapés e golpes na cara e na cabeça da vítima. Puxou ainda pelos cabelos, arrastou-a e empurrou-a, tendo caído ao chão.

A nível de terror e de ameaça deixou a mulher em pânico. Agressões que com o passar do tempo se tornaram ainda mais violentas e imprevisíveis.

O suspeito de 28 anos, que já tinha sido condenado a dois anos de prisão pelo crime de violência doméstica, terá ainda apontado uma faca à mulher, além de a ter queimado com um cigarro.

Na sequência da investigação, o suspeito foi localizado e detido pela GNR do Comando territorial de Leiria.

Presente a juiz o suspeito foi sujeito à medida de coação de obrigação de permanência na habitação, ficando em prisão preventiva enquanto não for possível a permanência numa residência de forma segura.