Ocupação hoteleira no Algarve em junho próxima dos valores de 2019

Ocupação hoteleira no Algarve em junho próxima dos valores de 2019
Envato

A ocupação hoteleira no Algarve em junho atingiu valores próximos dos registados no mesmo mês de 2019, ano de referência para o setor, antes do início da pandemia de covid-19, segundo associação de hoteleiros da região.

A Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) refere, em comunicado, que “a recuperação continua” e avança com dados provisórios que indicam que a taxa de ocupação global média por quarto em junho foi de 75,5%, 3,3 pontos percentuais abaixo do valor registado em 2019.

A AHETA revela ainda que o valor é superior à média dos últimos anos (72,2%, desde 1996) para este mês e que, comparativamente a 2021, a ocupação média subiu 33,5 pontos percentuais.

A evolução da taxa de ocupação global média por quarto no mês de junho variou de 78,8% em 2019 para 11,4% em 2020 (primeiro ano da pandemia), 42,0% em 2021 e 75,5% em 2022, segundo os dados da maior associação hoteleira da região do Algarve.

O mercado irlandês e o britânico foram os que apresentaram as maiores subidas face a junho de 2019. As maiores descidas foram as do mercado alemão e do nacional, conclui a nota.