fbpx
Select Page
Portugal

Ordem dos Enfermeiros denuncia más condições da prisão de Santa Cruz do Bispo

Imagens mostram sobrelotação do espaço com camas junto a mesas de refeição

10 Julho, 2019 - 13:13

Vítor Alvito
Ordem dos Enfermeiros

A Ordem dos Enfermeiros (OE) denunciou a existência de más condições de higiene e segurança no Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos. Em comunicado a OE garante que na ala masculina, que inclui uma clínica de doenças mentais, “foram detetadas situações que colocam em risco a vida de utentes e profissionais”.

Segundo a Ordem há “um cenário de caos, sobrelotação, falta de profissionais e condições desumanas de higiene e alojamento”.

“Na clínica, com lotação para 90 pessoas, estão neste momento 187, sendo que num dos espaços estão 19 pessoas amontoadas, o mesmo espaço onde dormem, comem e fazem as suas necessidades. É manifesto o odor a urina, num cubículo sem distanciamento entre as camas, que são apenas estrados, onde abundam as moscas”, acrescenta.

Também o número de profissionais é apontado como deficitário, já que “durante a noite há apenas um Enfermeiro para todo o estabelecimento prisional, com 402 pessoas, das quais 187 estão na clínica de doenças mentais”.

A Record TV já contactou a Direção-Geral dos Serviços Prisionais, mas não obteve resposta.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa