fbpx
Select Page
Portugal

Ordenados em Lisboa são 450 euros mais altos que a média nacional

Ordenado médio nacional fixou-se nos 943 euros em 2017.

7 Julho, 2019 - 14:12

Patrícia de Freitas

Os números compilados pela Pordata, relativos a 2017, mostram que os salários na Área Metropolitana de Lisboa são 39% mais altos do que a média nacional.

O ordenado médio em Portugal, sem incluir subsídios, é estimado em 943 euros. Em Lisboa, o valor sobe cerca de 450 euros, para os 1.294 euros mensais. E se ainda lhe juntarmos outros ganhos, como prémios e horas extra, a diferença acentua-se. Os funcionários da capital alcançam 1.579 euros ,enquanto a média do país se fica pelos 1.131 euros.

Os dados da Pordata indicam ainda que doze dos 24 concelhos com melhor remuneração se situam na grande Lisboa. Alcochete lidera com ordenados médios de 2.331 euros, seguindo-se Oeiras (1.740 euros) e a cidade de Lisboa (1.579 euros).

No sentido inverso, é no norte do país que os trabalhadores são menos valorizados monetariamente. A remuneração média mais baixa é a de Celorico de Basto, com 640 euros, em Penedono os funcionários ganham, em média, 5 euros a mais que em Celorico (645 euros) e em Mondim de Basto 646 euros.

Ao Jornal de Notícias, o economista Carballo-Cruz explicou que esta disparidade é causada pela tipologia e tamanho das empresas, dado que as multinacionais e transportadoras são as entidades que pagam melhor. O economista acrescenta também que, apesar de haver mais empresas exportadoras no norte do país, é Lisboa que mais exporta produtos com valor acrescentado.

Os ordenados na Área Metropolitana de Lisboa até podem ser mais chorudos mas os dados do Instituto Nacional de Estatística não deixam margem para enganos. No segundo semestre de 2018, o município de Lisboa apresentou o valor de renda mais elevado do país. Em média, os arrendatários pagam 11,26 euros por mês por metro quadrado, mais do dobro do resto do país.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa