fbpx
Select Page
Portugal

PJ confirma feridas abertas no pescoço de mulher encontrada morta em Corroios

Segundo apurou a Record TV, havia rasto de sangue do quarto até às escadas do prédio, mas cenário de crime está descartado.

7 Março, 2019 - 17:10

Carla Pereira Dias
Record TV

Os indícios que aparentavam ser de crime no nº 2 da rua António Sérgio, em Corroios, foram constatados pela PSP e pelos Bombeiros Voluntários do Seixal após o primeiro alerta a dar conta de uma mulher estendida no hall do prédio, com ferimentos no pescoço e sangue em vários locais.

O cenário macabro e o sangue em várias divisões do apartamento levaram a PSP a acionar a Polícia Judiciária.

No entanto e, ao que a Record TV apurou junto de fonte da Polícia Judiciária, a hipótese de crime foi totalmente descartada. O rasto de sangue, desde o quarto da vítima até às escadas do prédio, foi alvo de perícias assim como as marcas no corpo da mulher. A análise afastou a tese de homicídio com arma branca, como inicialmente tinha sido avançado.

As feridas abertas no pescoço terão sido provocadas por uma hemorragia interna. Sabe a Record TV que a mulher sofria de um problema de saúde. No entanto, apenas a autópsia ao corpo irá determinar a causa da morte.

Paula, de cerca de 45 anos e nacionalidade cabo-verdiana, tinha quatro filhos e era conhecida pelos moradores do bairro como uma mulher pacata, vista quase sempre na companhia do neto de dois anos. Em declarações à Record TV, uma vizinha disse que ultimamente a mulher apresentava um ar debilitado.

Foram vários os familiares e amigos da vítima que se deslocaram ao local perante a notícia da morte da mulher.

O corpo foi encaminhado para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, para serem realizadas as respetivas perícias médico-legais.

O caso continua a ser acompanhado pela Polícia Judiciária de Setúbal.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa