Portugal começa o dia sem fogos ativos

Portugal começa o dia sem fogos ativos

Incêndios no Sabugal e na Trofa encontram-se dominados.

Portugal começou hoje o dia sem fogos ativos, três em fase de resolução e 15 em fase de conclusão, com 775 bombeiros e 248 viaturas a apoiar estas operações, de acordo com o site da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), às 07:30.

O incêndio que deflagrou na tarde de terça-feira em zona de mato na freguesia de Covelas, concelho da Trofa (Porto), está dominado, adiantou à Lusa fonte da Proteção Civil.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, o incêndio foi considerado como dominado às 03:15. Por volta das 05:30, encontravam-se no local 167 operacionais auxiliados por 54 viaturas, referiu a mesma fonte.

Esta madrugada, às 02:26, também o incêndio que deflagrou na terça-feira na Bendada, concelho do Sabugal, no distrito da Guarda, foi dominado. Por volta das 03:15, encontravam-se no local 162 operacionais auxiliados por 49 viaturas, referiu a mesma fonte.

O Governo decidiu na terça-feira que não é necessário voltar a ativar a situação de alerta para responder aos incêndios florestais, uma vez que as previsões meteorológicas apontam para um “quadro normal de verão”.

De acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os próximos dias serão de algum calor e vento, sobretudo no litoral, mas dentro daquilo que é habitual durante o verão.

Os distritos de Beja e Faro vão passar de alerta vermelho para laranja, devido ao risco de incêndios rurais, e Braga, Porto, Viana do Castelo e Aveiro passam para azul, de risco moderado.