Presidente da República lamenta morte de bombeiro da corporação de Óbidos

PR promulgou decreto que aprova orgânica da direção executiva do SNS
Lusa/ António Pedro Santos

O Presidente da República lamentou hoje a morte de um bombeiro voluntário de Óbidos que combatia o incêndio que deflagrou em Landal, nas Caldas da Rainha, apresentado condolências à família e afirmando que faleceu “ao serviço da comunidade”.

“O Presidente da República apresenta as mais sentidas condolências à família do Bombeiro Carlos Alberto Ferreira Antunes, hoje falecido ao serviço da comunidade, e à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Concelho de Óbidos a que pertencia”, lê-se numa nota divulgada na página oficial da Presidência da República na Internet.

Segundo o comunicado, “o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa tenciona estar presente nas cerimónias fúnebres”.

Um bombeiro morreu hoje vítima de doença súbita durante as operações de combate ao incêndio que deflagrou esta tarde em Landal, Caldas da Rainha, distrito de Leiria

O incêndio deflagrou hoje às 13:45 na localidade de Rostos, freguesia do Landal, nas Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, tendo alastrado ao concelho de Rio Maior, no distrito de Santarém.

De acordo com a página da internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), consultada pela Lusa às 17:30, este fogo mobiliza 283 operacionais, apoiados por 80 veículos e seis meios aéreos.