fbpx
Select Page
Portugal

PSP vigiou e fotografou jornalistas a pedido do Ministério Público

As diligências foram ordenadas sem qualquer mandado de um juiz de instrução.

13 Janeiro, 2021 - 16:21

Record TV

A procuradora do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, Andrea Marques, ordenou à Polícia de Segurança Pública (PSP) que vigiasse e fotografasse dois jornalistas durante dois meses.

Com a operação de vigilância, a magistrada pretendia saber com que fontes de informação é que Henrique Machado, atual editor de justiça da TVI, e Carlos Rodrigues Lima, subdiretor da revista Sábado, se relacionavam.

As vigilâncias, que ocorreram entre abril e maio de 2018, foram ordenadas “por se suspeitar que os jornalistas em causa mantinham um contacto próximo e regular com agentes policiais ou do universo dos tribunais”, nas palavras da procuradora.

“Por isso entendeu-se ser de extrema relevância probatória compreender com quem se relacionavam e que tipo de contactos estabeleciam com ‘fontes do processo’, de modo a procurar identificar os autores das fugas de informação, também eles agentes da prática de crimes”, justificou Andrea Marques.

As diligências foram ordenadas sem qualquer mandado de um juiz de instrução. De acordo com a lei, apenas um tribunal superior pode ordenar a quebra do sigilo dos jornalistas.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa