Trio roubava com ameaça de arma de fogo em Sintra

Polícia Judiciária
Foto Record TV

Vítimas eram atraídas com propostas de aquisição de bens colocados à venda nas plataformas “OLX” e “Market Place”.

Três homens foram detidos por fortes indícios de mais de 30 crimes de roubo agravado com ameaça de armas de fogo e brancas no concelho de Sintra, distrito de Lisboa, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ adianta que os suspeitos, todos estrangeiros com idades entre os 21 e os 23 anos, atraíam as vítimas com propostas de aquisição de bens que eram colocados à venda nas plataformas “OLX” e “Market Place”.

A PJ esclarece que os três homens manifestavam interesse na aquisição dos bens colocados à venda naquelas plataformas ‘online’, estabelecendo contacto com as vítimas, e agendavam “transações para locais determinados, quase sempre no interior de edifícios que, pela sua arquitetura, possibilitavam a concretização dos roubos e a fuga, dos autores, pelas traseiras dos espaços”.

Durante a investigação, a PJ determinou que a prática deste grupo ter-se-á iniciado em abril passado.

No âmbito da investigação, foram apreendidas oito réplicas de armas de fogo, em tudo semelhantes a modelos de pistolas metralhadoras, cinco armas brancas e outros objetos relacionados com a prática dos crimes.

“As diligências de investigação prosseguem com o objetivo de determinar a eventual existência de outros suspeitos, que possam ter integrado este grupo criminoso, bem como de outras situações e vítimas, ainda não identificadas”, refere a PJ.

Os detidos foram presentes às autoridades judiciárias competentes, da Comarca de Sintra, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.