Sonho a prestações

Sonho a prestações
PUB
Leaderboard - Pub CTT Western Union

Comprar casa em Portugal é cada vez mais caro e os preços não param de aumentar. Para os mais jovens, o objetivo de ter casa própria pode passar de um sonho para se tornar um verdadeiro pesadelo. É o que lhe contamos agora, na reportagem especial desta semana.

Casas para venda normalmente não faltam. Novas, remodeladas, antigas ou ainda em fase de construção. As opções multiplicam-se para quem pretende comprar casa própria. 

No entanto os preços elevados, vínculos laborais pouco estáveis e rendimentos baixos, acabam por ser  os ingredientes que, para quem está no início de vida, tornam o processo bem difícil e desafiante. 

João tem 28 anos e Joana 29. São apenas dois exemplos dos milhares de jovens portugueses que estão no início de vida e passaram o último ano à procura de casa. Ele ainda não conseguiu comprar, ela assinou o contrato-promessa de compra e venda há dias. 

“Conciliar aquilo que eu pretendo com os preços praticados no mercado, porque ou é como aquilo que eu estou à procura ou é o preço que eu procuro, mas não é fácil”, afirma João.

“As condições das casas e o tamanho das casas para os valores que estavam a pedir por elas… As casas estavam degradadas, muitas delas com canalizações que nunca tinham sido mudadas. Encontrámos casas com baratas em décimos andares. Portanto, eram prédios, deviam estar completamente infestados e a pedirem balúrdios. Foi muito por aí… Era muito as condições das casas e o tamanho”, conta Joana.

Com os salários médios a rondarem os 1200 euros em Portugal, o pagamento de todas as despesas mensais com orçamentos de difícil gestão fazem com que a maioria não tenha dinheiro para poupar ao fim do mês para mais tarde poder ter dinheiro para dar como entrada na compra de uma habitação. 

Em Portugal, de acordo com os dados do Eurostat, comprar casa está 57% mais caro que há 10 anos. O país está na 11ª posição da tabela em termos dos valores das casas na União Europeia. 

Veja a reportagem na íntegra.