PUB

O país-sede do Mundial de 2022 tem costumes próprios, influenciados pela cultura árabe, muitas vezes diferentes daqueles comuns às sociedades ocidentalizadas. Entre polémicas e tradições, saiba mais sobre o Catar. 

1 – País pequeno

O Catar, embora seja um país muito rico, principalmente devido à exploração do petróleo, é muito pequeno. Para efeitos de comparação, Portugal é aproximadamente 10 vezes maior do que o Catar.

2 – Calor intenso

O país é tão quente que a data do Mundial teve de ser alterada. Em junho e julho, quando o evento costuma acontecer, os termómetros passam os 50º centígrados. Mesmo com a mudança da data, os estádios são climatizados para temperaturas na ordem dos 20 ºC.

3 – Álcool ilegal

O consumo de bebidas alcoólicas é proibido em quase todos os lugares do Catar. Apenas é permitida a venda destas bebidas em alguns hotéis internacionais e clubes licenciados. Durante o Mundial também não é vendido álcool nos estádios.

4 – Força imigrante

A maioria dos habitantes do Catar são imigrantes. Com uma população de cerca de 2,7 milhões de pessoas, estima-se que somente 25% delas tenham nascido no país. Grande parte da população é formada por imigrantes, originários maioritariamente da Índia e outros países asiáticos.

5 – Direitos humanos

Segundo o jornal britânico ‘The Guardian’, desde 2010 mais de seis mil trabalhadores imigrantes morreram nas obras do Campeonato do Mundo. As autoridades do Catar desmentem esse número, referindo que o total de mortes é bastante inferior.

6 – Novas construções 

O país edificou uma cidade totalmente nova para sediar a partida final. Além disso, foram construídos sete estádios de raiz – e um já existente foi remodelado -, há mais de 100 novos hotéis, um metropolitano e novas estradas. Segundo o Comité Organizador, estima-se que 1,5 milhões de pessoas visitarão o país durante o torneio.

7 – Segurança

O Catar é um dos países mais seguros do mundo. As taxas de criminalidade são baixíssimas e os crimes violentos raros. Até mesmo pequenos roubos não são comuns, fazendo com que o território seja bastante atrativo para pessoas da região que procurem um país que dê maior sensação de segurança.

8 – Riqueza

O Catar é um dos países mais ricos do mundo. E a sua riqueza vem principalmente do ‘ouro negro’ – o petróleo. 

9 – Casas amarelas

As casas no país devem seguir padrões em relação às cores, com tons de amarelo ou bege, cumprindo costumes fortes da região. Essas cores representam o deserto. Porém, a regra não se aplica aos grandes arranha-céus, localizados principalmente na capital Doha.

10 – Cultura 

O lugar mais tradicional e emblemático da cultura do Catar é o mercado Waqif. Este espaço representa a tradição cultural do país. 

11 – Emirado

O Catar é um emirado, isto é, um território administrado por um emir – título do governante máximo num emirado. Em outras palavras, é um estado estruturado em torno de um monarca islâmico. No caso do Catar, a família que está à frente do país há 150 anos é a Al Thani e o poder é passado de pai para filho.

12 – Gastronomia tradicional

Se é do tipo de viajante que aprecia experimentar a gastronomia do local visitado, irá certamente interessar-se pelas comidas típicas do Catar. Entre elas o Machbous, um prato de arroz com um tipo de carne que pode ser de cordeiro ou frango, confecionado em lume brando.

13 – Ilegal fotografar ou filmar

Fotografar ou filmar em espaços públicos é proibido. No Catar não pode filmar ou fotografar pessoas sem autorização e é ilegal fazer qualquer registo de imagem em locais públicos.

14 – Ombros e joelhos tapados

Não se pode mostrar ombros e joelhos. Seja homem ou mulher, no Catar não é bem visto usar roupas que mostrem partes do corpo como ombros e joelhos.