Já cheira a praia e a banhos de sol. Mas, devido à redução da camada de ozono e ao aumento da radiação UV, os veraneantes terão de ter especiais cuidados na hora de ‘trabalhar para o bronze’.

Indispensável à vida na Terra, o Sol tem ação benéfica na vida das pessoas. É indispensável para o processo de fotossíntese, fornece calor e é essencial à regulação do metabolismo do cálcio e fósforo, através da produção da vitamina D.

Uma radiação solar adequada proporciona bem-estar, relaxamento, aumenta a capacidade de ação e estimula o organismo física e psiquicamente.

Porém, as exposições solares exageradas representam uma ameaça à saúde.

Deve evitar-se a exposição solar entre as 11 e as 16 horas. Coloque protetor solar na pele 30 minutos antes de ir para a praia e renove a aplicação de duas em duas horas

Segundo a Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo (APCC), em Portugal, estima-se que surjam todos os anos cerca de 10 mil novos casos de cancro de pele.

O mais preocupante é o tipo melanoma porque é o mais maligno e agressivo. Representa oito porcento do total de tumores, mas é o responsável por mais mortes. É mais comum em pessoas com mais de 50 anos ou que estejam expostas ao sol de forma intensa ou prolongada. Para evitar riscos é fundamental que toda a população adote alguns cuidados básicos de proteção da pele. A sua saúde agradece!

 

Aproveite o sol, mas em segurança!
© yurakrasil, Envato

Cuide e proteja a sua pele!

Cerca de 90% dos cancros cutâneos têm o sol como causa principal. Estes são alguns dos cuidados que nunca pode esquecer:

Beber água com frequência para não desidratar;
Utilizar protetor solar adequado ao seu tipo de pele. Deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição solar e renovado de duas em duas horas. No caso das crianças é ainda mais importante respeitar as medidas de precaução;
Usar t-shirt, chapéu e óculos de sol, sobretudo quando o sol está mais forte;
Procurar sombra e evitar a exposição solar nas horas de maior calor (entre as 11:00 e as 16:00).


Deve também evitar a utilização de solários e ter atenção à alteração dos sinais (tamanho, cor e formato) e manchas.

O melanoma pode demorar cerca de 20 anos a manifestar-se, pelo que é necessário reeducar as mentalidades e todos os cuidados são poucos. E a prevenção continua a ser o melhor remédio.

FONTE© Grigory_bruev, Envato