Diversidade biológica, paisagens encantadoras e as cataratas mais fascinantes à superfície da Terra. O Parque Nacional do Iguaçu, considerado Património Mundial Natural, é procurado todos os anos por milhares de visitantes, atraídos pelo encanto ímpar desta obra-prima da natureza.

Detentor de uma das mais espetaculares cataratas do mundo, o Parque Nacional do Iguaçu, no estado do Paraná, foi o segundo Parque Nacional brasileiro a ser criado, em 1939. São mais de 180 mil hectares de património natural, com uma vasta biodiversidade de fauna, que contempla mamíferos, anfíbios, peixes, serpentes, aves e centenas de diferentes espécies de borboletas.

O Parque, dirigido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, órgão federal responsável pela gestão das Unidades de Conservação do Brasil, é exemplo de integração entre conservação e uso sustentável dos recursos naturais. O Parque abriga o maior remanescente de floresta Atlântica (estacional semidecídua) da região sul do Brasil, com extensas áreas protegidas e florestas ainda primitivas.

A expressiva diversidade biológica e a paisagem de rara beleza das Cataratas do Iguaçu fizeram do Parque Nacional do Iguaçu a primeira Unidade de Conservação do Brasil a ser instituída como Sítio do Património Mundial Natural pela UNESCO, em 1986.

Iguaçu, ‘água grande’

Diz a lenda que o chefe da tribo de índios Caigangues, habitantes das margens do Rio Iguaçu, tinha uma filha de beleza ímpar, Naipi, por quem o jovem guerreiro Tarobá se apaixonou perdidamente. Certo dia, os dois jovens resolveram fugir rio abaixo de canoa, despertando a ira do deus da tribo, que originou uma enorme fenda, onde se formou uma catarata que engoliu os apaixonados.

Naipi foi transformada em rocha, para sempre fustigada pelas águas revoltas e Tarobá foi convertido numa palmeira, condenado para toda a eternidade a contemplar a sua amada sem lhe poder tocar.

A lenda refere-se às Cataratas do Iguaçu, um dos mais espetaculares conjuntos de quedas de água do mundo, localizadas entre o Parque Nacional do Iguaçu e o Parque Nacional Iguazú, na Argentina.

São 2 700 metros de extensão, dos quais 800 estão do lado brasileiro e 1 900 do lado argentino. São compostas por um número variado de saltos e quedas. A altura máxima das quedas é de 80 metros e têm nomes próprios como Floriano, Deodoro, Benjamim Constant e, a mais famosa de todas, a Garganta do Diabo.

As Cataratas do Iguaçu ficaram entre as 28 finalistas da campanha mundial de escolha das ‘Sete maravilhas naturais do mundo’. O Espaço Porto Canoas, complexo turístico no interior do Parque, é a melhor escolha para descansar e repor energias. O local oferece vários espaços de restauração e serviços de apoio ao visitante. Antes ou depois do passeio pelas Cataratas, almoçar enquanto desfruta da maravilhosa vista, é uma ótima opção.

O restaurante Porto Canoas, situado nas margens do rio Iguaçu, próximo da Garganta do Diabo, oferece um ambiente acolhedor e iguarias da cozinha típica brasileira. Entre as deliciosas opções da ementa, figura o Dourado Assado, o prato mais característico da região.

Parque Nacional do Iguaçu
Cataratas do Iguaçu – Brasil | © D.R.

Trilha do Poço Preto e das Bananeiras

A trilha do Poço Preto é um passeio que pode ser definido como um safari ecológico e que recorda o caminho que os índios da região usavam para contornar as Cataratas do Iguaçu.

São nove quilómetros, onde podem ser observadas as belíssimas espécies nativas do Parque. Destaque para a Lagoa do Jacaré, que concentra grande diversidade de animais aquáticos e para a Ilha dos Papagaios, onde ao nascer e pôr-do-sol se avistam revoadas de milhares de papagaios.

Na Trilha das Bananeiras podemos encontrar pequenas lagoas, com pássaros de hábitos aquáticos e vegetação exuberante. O passeio inclui também navegar em barcos a motor e remar caiaques insufláveis, que proporcionam uma boa oportunidade para avistar várias espécies de animais e plantas nativas.

1Onde se situa?

Onde se situa - Parque Nacional do Iguaçu
©[MatthiaATH, Getty Images] via Canva.com

 

Está localizado na região extremo Oeste do estado do Paraná, a 17 quilómetros do centro da cidade de Foz do Iguaçu. Faz fronteira com Argentina, onde está implantado o Parque Nacional Iguazu.

2Onde ficar?

Onde ficar - Parque Nacional do Iguaçu
©[Davizro, Getty Images] via Canva.com

 

O Hotel Parque das Cataratas é o único localizado dentro do Parque Nacional do Iguaçu, mas existem vários hotéis e pousadas em Foz do Iguaçu, próximos do parque, que oferecem serviço de traslado, caso seja necessário.

3Quando ir?

Quando ir - Parque Nacional do Iguaçu
©Towfiqbarbhuiya, Canva.com

 

O Parque Nacional do Iguaçu pode ser visitado durante todo o ano, contudo, para aproveitar melhor a visita são recomendados os meses de época baixa, quando está menos lotado.

4O que fazer?

Parque Nacional do Iguaçu
©[Odairson Antonello, Getty Images] via Canva.com

– Caminhada;
Rafting;
– Rapel;
– Percorrer os trilhos de bicicleta;
– Arvorismo;
– Avistamento de fauna;
– Passeio de barco e caiaque.

5Sugestões

Sugestões - Parque Nacional do Iguaçu
©[Nataliagama27, Getty Images] via Canva.com

 

– Passeio no Comboio Ecológico da Selva, ao longo do rio Iguaçu;
– Visita à Garganta do Diabo, nas Cataratas;
– Safaris;
– Passeio à luz de lua cheia e jantar no restaurante ‘A Selva’, com comida típica argentina.  

FONTE© D.R.