Cristiane e Renato Cardoso - Share Magazine - Opinião
Cristiane e Renato Cardoso
+ posts

Apresentadores ‘The Love School

A pergunta “você acha que eu estou gorda?” faz qualquer marido estremecer de medo antes de responder. Sem dúvida, são poucos os que arriscam uma resposta objetiva…

Muitas pessoas deixam de se cuidar após o casamento, sem levar em conta que a apresentação pessoal diz muito sobre quem somos.

Ela revela mais do que simplesmente o exterior. É possível estar com uma boa aparência e não estar bem no interior, mas não dá para estar bem interiormente e não refletir isso por fora.

Um cônjuge não vai deixar de amar o outro por causa da aparência, mas isso não significa uma autorização para o descuido pessoal.

É justamente depois do casamento que o casal deve se cuidar ainda mais. Um parceiro representa o outro. Se um dos dois não se cuida, como ficará a imagem do cônjuge?

Os melhores amigos

Um dos maiores benefícios da relação conjugal é o companheirismo. Com o casamento, os parceiros dão início a uma caminhada em que um está sempre junto do outro.

Infelizmente, talvez em função da vida muito ocupada que levam, muitos casais se esquecem dessa particularidade e cada um passa a viver em seu próprio mundo, ignorando o que acontece no mundo do cônjuge.

Sem companheirismo, não existe casamento, mas sim uma relação com data de validade e fadada ao fracasso.

Os casais mais felizes são aqueles em que marido e mulher são os melhores amigos um do outro. Ser companheiro é ter sempre o parceiro no radar, é incluí-lo em todos os seus planos e estar em todos os planos dele.

Procurem desenvolver o companheirismo ouvindo sem julgar, compartilhando os momentos bons e os maus e apoiando o cônjuge, mesmo quando ninguém mais acredita nele.

Por opção dos autores, esta crónica está escrita em português do Brasil. Extraída do livro ‘120 minutos para blindar seu casamento’.

FONTE© Envato