fbpx
Select Page

Leonor Cipriano, condenada em 2004 pelo homicídio da filha Joana, em Portimão, saiu esta quinta-feira, em liberdade condicional. Leonor reafirma inocência e diz que foi condenada sem provas.

Advertisements

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa