fbpx
Select Page

Foi condenado a 12 anos de prisão, o cidadão marroquino acusado de recrutar operacionais para o grupo radical Estado Islâmico. Abdesselam Tazi estava em prisão preventiva desde 23 de março de 2017.

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa