Reis – A fé que resiste ao tempo

Segunda temporada: A Ingratidão

‘Reis – A Ingratidão’ aborda a terrível escolha feita pelo povo de Israel, que rejeita Deus como seu único governante. Os hebreus acreditam que um líder forte e temível é a verdadeira fonte de proteção para a nação. 

A história do homem que será escolhido como o primeiro rei de Israel estará em destaque nesta temporada, assim como a obstinação dos filisteus que pretendem conquistar o território dos israelitas e vingar-se da derrota devastadora sofrida há muitos anos.

A decadência espiritual dos israelitas está igualmente bem patente, devido ao seu desejo de substituir a liderança de Deus pela do homem. E aqui Saul terá grande protagonismo, uma vez que rejeita o desígnio superior, olhando apenas para a sua própria capacidade. 

No fim, será que o plano de Deus, por mais desafiador que possa parecer, se vai afirmar como o melhor a seguir? E caso os homens ignorem esse plano quais serão as consequências?

Primeira temporada: A Decepção

‘Reis – A Decepção’ retrata o afastamento de Israel em relação a Deus e o exemplo dado por aqueles que, um dia, foram escolhidos para conduzir a nação rumo aos caminhos do Senhor. A série vai mostrar o incrível contraste entre um juiz negligente e os seus filhos rebeldes na condução de um povo, e um jovem temente a Deus, que assumirá o seu lugar. Um retrato do declínio espiritual de Israel e a negligência de lideranças espirituais vão estar em destaque.

A série passa-se nos arredores das cidades de Israel, também vigiada pelo exército filisteu. Mas é dentro do tabernáculo, em Siló, que a trama ganha outro nível de emoção. Este será o espaço que será palco para a história da decadência da família de Eli e, simultaneamente, para o crescimento do pequeno Samuel, o futuro profeta e juiz de Israel.

Reis – segunda a sexta, 20:00 (hora Lisboa/Londres).