fbpx
Select Page

O Líder da Guarda Revolucionária do Irão disse estar envergonhado e pediu desculpas pela morte dos 176 passageiros que seguiam no avião ucraniano.
O aparelho terá sido abatido por engano.

 

Record TV Europa