Mulher agride mãe adotiva durante anos

Suspeita de 27 anos foi detida pela PSP ficando a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Uma mulher de 27 anos foi detida no passado domingo por suspeitas de agressão continuada à mãe adotiva.

A detenção, realizada pela PSP, aconteceu em Marvila, Lisboa. À Record TV, fonte da PSP confirmou que a detenção ocorreu após uma denúncia da filha biológica da mulher, feita no sábado, dia 17 de setembro.   

A PSP reuniu vários testemunhos de vizinhos do prédio onde a idosa morava, que conheciam a situação, apesar da mulher negar as agressões de que era alvo.

Em comunicado, a PSP informou que a mãe adotiva da mulher, uma senhora de 75 anos, terá sido vítimas “ao longo dos últimos anos terá sido vítima de agressões e violência psicológica por parte da sua filha adotiva”.

No momento da detenção, a vítima “apresentava marcas antigas e ainda, indícios de ter sido agredida momentos antes da chegada dos Polícias”, informou aquela força policial.

A suspeita estaria desempregada e vivia às custas da mãe, impedindo outros familiares de se aproximarem da mulher.

Indiciada do crime de violência doméstica e depois de apresentada a primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.